A Orquestra e a Educação A Orquestra e a Educação
Watch the video

A Orquestra e a Educação

Uma organização, um sistema, é um conjunto composto por diversas unidades em busca de um resultado. Eu os comparo a uma Orquestra que tem por objetivo executar um Concerto.

O ponto inicial é uma partitura, onde estão compostas as notas musicais e definidos os movimentos. Como em uma organização existe o planejamento. As divisões da partitura são as etapas do planejamento e as notas musicais são os passos de cada etapa. Os instrumentos são os recursos a serem utilizados, os músicos são as pessoas envolvidas no projeto e o maestro é o diretor do plano.

A execução do concerto exige harmonia, afinação, concentração e sintonia entre os movimentos. Cada instrumento ou grupo de instrumentos tem o seu tempo certo definido na partitura. Os músicos os utilizam obedecendo rigidamente ao seu traçado sob a batuta do maestro. O resultado é inequívoco: uma sinfonia executada com precisão, acordes melodiosos em harmonia, satisfazendo plenamente o espectador.

Mas, para chegar a esse resultado foi necessário o desenvolvimento, passo a passo, de cada etapa desde o início. A começar pela fabricação dos instrumentos, a construção de uma sala de concertos envolvendo um projeto de engenharia, o construtor, o pedreiro, o marceneiro, o pintor. Sua adequação ambiental ficou a cargo de um engenheiro de som. Mais adiante, a escolha da sinfonia, a programação do evento, a difusão do programa e a impressão dos bilhetes. O bilheteiro, o porteiro, camarins, ribalta, luzes, cortinas, poltronas... Toda estrutura montada para recebê-los!

Os músicos, devidamente formados e preparados, portando seus instrumentos, com os quais executarão sua importante tarefa, o maestro suficientemente capacitado, para exercer o comando de todo esse conjunto. E finalmente ele! Sim, ele... o público! Aquele que vai colher todo o resultado deste magnífico trabalho.


Assim deveria funcionar uma organização, um sistema, um país. Onde uma estrutura seria cuidadosamente montada, um planejamento definido, um comando exercendo, com maestria, a condução dos recursos humanos e materiais. Onde atribuições e responsabilidades seriam determinadas, ações executadas e o resultado alcançado com êxito.

Em uma orquestra, não existem unilateralidades, nem vedetismos. Em uma orquestra ninguém foge ao plano definido e nem mesmo executa o que não lhe é confiado. Instrumento de mesmo grupo não ousa sobressair-se aos demais. Jamais alguém entra antes do tempo, toca mais alto ou se prolonga em demasia. Existe harmonia, as partes se integram em sintonia absoluta. O maestro conhece a função de cada um. Não exige mais de um, menos de outro. Não valoriza ninguém em detrimento dos demais. Sabe que o resultado depende da somatória, da contribuição de todos os componentes do conjunto.

Mas, não basta toda uma estrutura, todo um planejamento, sem os músicos devida e suficientemente preparados, conscientes de suas atribuições e responsabilidades. Devemos formar os músicos de nossa orquestra, prepará-los adequadamente, conscientizá-los devidamente, para executarem o nosso concerto e obterem resultados consolidados.

Um país é como uma orquestra. Exige uma estruturação, um planejamento adequado, a execução das ações em harmonia e gente preparada para exercer o comando e operacionalizar o plano com capacidade e responsabilidade. Não existe outro caminho que não seja a educação.

" Um país é como uma orquestra. Exige uma estruturação, um planejamento adequado, a execução das ações em harmonia e gente preparada para exercer o comando e operacionalizar o plano com responsabilidade. Não existe outro caminho que não seja a educação."

- Nei Silveira de Almeida
BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS