Os sais minerais são os mais potentes modificadores do pH dos nossos líquidos corporais, funcionando como instrumentos de manutenção da saúde celular, alcalinizando ou acidificando, conforme a necessidade do organismo. Cálcio, zinco, ferro, magnésio, sódio, potássio e manganês são fortes alcalinizantes e atuam como elementos energizantes e neutralizadores. Fósforo, enxofre, cloro, iodo, bromo, flúor, cobre e sílica são poderosos agentes acidificantes. Todos eles são necessários à saúde humana, mas precisam estar em equilíbrio para que o pH resultante seja levemente alcalino.

Em química, Potencial Hidrogeniônico (pH) é uma escala numérica utilizada para especificar a acidez ou basicidade de uma solução aquosa. Nesta escala, uma solução neutra é igual a sete, os valores menores que sete indicam uma solução ácida e os maiores que sete indicam uma solução básica.


Padrões Mentais-Emocionais e a Saúde

Semelhantes aos minerais, as emoções, os sentimentos, a agitação mental e física também têm potencial para alcalinizar ou acidificar partes do organismo em questão de frações de segundos.  Assim, o estresse tende a acidificar o sangue, e a acidez do sangue é um fator negativo, porque provoca mais estresse. Pronto! Instalou-se um círculo vicioso negativo: estresse gera mais estresse.

Um organismo acidificado tende a manifestar sentimentos, emoções e reações "ácidas". A raiva, inveja, ansiedade, ciúme, excesso de julgamentos e críticas, exercícios físicos obsessivos, competições, calor em excesso, desidratação, etc. que induzem à acidificação do organismo em questão de segundos. Ação e reação.


Ao contrário, é comum ao organismo devidamente alcalinizado compartilhar frequências, sentimentos e emoções prazerosos. Afetuosidade, compaixão e compreensão são estados típicos de um corpo em harmonia metabólica, sereno e pacífico. Assim, o estado meditativo ou de oração, a vivência do amor, bom humor, do belo, do positivismo, da verdade e do prazer de estar vivo podem ser considerados "alimentos" de grande potencial alcalinizante. Estas emoções, por sua vez, alcalinizam o sangue. Pronto! Instalou-se um ciclo virtuoso positivo.
 
As frutas frescas, os legumes e as hortaliças (principalmente os orgânicos) quando ingeridos crus - por seu elevado teor de sais minerais, vitalidade, água e fibras - são exatamente os alimentos mais alcalinizantes à nossa disposição. Entretanto, o limão é incomparável. Seu potencial de alcalinizar o sangue humano acontece imediatamente após sua ingestão. Interessante que ele apresenta um sabor ácido, mas não se engane, ele mal alcança o estômago e já está afetando os líquidos corporais, combinando-se com os minerais alcalinizantes. Pois é, esta frutinha tão barata, comum e discreta tem o poder de mudar radicalmente a nossa vida: no físico, emocional, mental e espiritual. Como? Alcalinizando o nosso sangue.

Alcalinizando o nosso sangue

O ácido cítrico do limão, transformado no organismo em citrato de sódio (sal alcalino), carbonatos e bicarbonatos alcalinos, causa imediata alcalinização do meio humoral, neutralizando ou amenizando estados indesejados de acidez. E mais, estes sais alcalinos são considerados os melhores remédios contra o excesso da viscosidade sanguínea, oferecendo prevenção contra acidentes cardiovasculares. Em paralelo, o limão, com todos os seus demais componentes, fortalece o sistema imunológico, retarda o envelhecimento precoce, bloqueia radicais livres, oferecendo assim proteção contra o câncer e demais doenças.

A preocupação da medicina preventiva com o equilíbrio do pH surgiu a partir do trabalho do médico americano William Howard Hay.

Seguindo a trilha aberta pelo dr. Hay, outro médico norte-americano, o dr. Theodore A. Baroody, publicou o livro Alkalize or Die (Alcaliniza ou morra), no qual reafirma a teoria de seu colega: "Os incontáveis nomes de doenças realmente não importam. O que realmente importa é que elas todas vêm da mesma causa-raiz: excesso de resíduos ácidos no organismo", diz.

ALIMENTOS ALCALINIZANTES
 Consumir preferencialmente

Todas as frutas frescas, secas, folhas verdes, legumes, raízes, painço, amêndoas, pistache, melaço de cana, couve-flor crua, milho verde, abobrinha sem agrotóxico, quiabo, chuchu ralado cru (a gosma é alcalina), água mineral, chás de ervas, molho de soja, stévia, sementes de abóbora, óleo hidrogenado, óleo de fígado de bacalhau, - castanhas, arroz selvagem, alface, mel, coco verde, abóbora, salsa, tubérculos em geral, leite materno, leite de cabra. lentilha, brócolis, inhame, batata doce, óleo de oliva, endívia, aspargos, alho -  cuja raiz contém vitaminas A, B e C e minerais (cálcio, fósforo, ferro, iodo e selênio). SÃO TODOS ALCALINIZANTES.

Clique na imagem para vê-la ampliada.

Sal marinho: colocar no forno por 5 minutos para acabar com os fungos.

Maçã: Sua casca favorece a diurese, o que significa colocar para fora o ácido úrico. Sua polpa é indicada por fixar o cálcio no organismo, é também poderoso depurativo para o fígado. Contém as vitaminas B1, B2, C, potássio, sódio, silício, cobalto e óxido férrico.

Melancia: Ela fortalece o corpo, que se torna menos sujeito a hérnias. É a fruta mais diurética que existe. Limpa os canais urogenitais, os rins e a bexiga, contribuindo para a saúde da próstata. Sua fibra estimula o funcionamento intestinal. É o melhor refresco que existe para um dia de calor. Para limpar os rins e intestinos com mais eficácia, utilize o suco de melancia ao invés de comer a fruta. E não coma nada junto com o suco.

ALIMENTOS NEUTRALIZADORES
 Consumir normalmente

Alimentos Neutralizadores
Pão integral, Massa integral, Batata, Batata Doce, Milho, Trigo, Cevada, Berinjela, Coco, Avelã, Amêndoa, Castanha, Arroz integral.

Alimentos Altamente Neutralizadores
Couve-flor, Melão, Melancia, Laranja, Limão, Figo, Morango, Uva, Banana, Maçã, Rabanete, Alcachofra, Beterraba, Pera, Saladas.

Alimentos Curativos
Dente-de-leão, Pimentão vermelho, Cebola tenra, Agrião, Aipo, Alho-poró, Romã, Tomate.

A água é o melhor solvente que existe, sendo que o pH é determinado através de uma escala universal graduada de 0 a 14, sendo 7 o ponto correspondente a neutralidade. Portanto, quando a água tem um pH inferior a 7, diz-se que é ácida, se é igual a 7, diz-se que é neutra e se é superior a 7, diz-se que a água é alcalina. Portanto, é importante saber que em condições de saúde o líquido intracelular e extracelular apresentam um pH que oscila entre 7,35 a 7,45, ou seja, levemente alcalino. Nosso organismo tende à alcalinidade, sendo a água mais saudável a mais alcalina.

ALIMENTOS ACIDIFICANTES
 Diminuir ou eliminar

Açúcar refinado, cerveja, refrigerante, café, sacarina, aspartame, óleo de milho, carnes e peixes em geral, queijos, feijões, manteiga, iogurte, arroz branco, gordura hidrogenada, leite homogeneizado, centeio, frituras, remédios, farinhas em geral, ovos, sal de cozinha...

Os 10 piores alimentos do mundo para a sua saúde


De modo geral, todas as carnes de todas as espécies: suínas, bovinas, caprinas, equinas, assim como tudo que vive no mar, tudo que rasteja e voa, todos os derivados da vaca (leite, iogurte, coalhada, queijos), todos os grãos, de cereais e de feijões, todas as nozes, castanhas, coco verde, amendoins, avelãs, pinhão, macadâmia, castanha de caju, todos os chás preto, mate, café, refrigerantes, álcool, cigarro, alimentos industrializados, cristalizados, em conserva, químio e radioterapia, frituras, derivados de petróleo (corantes, edulcorantes, estabilizantes, gordura hidrogenada), os remédios antibióticos... SÃO TODOS ACIDIFICANTES.


HIPERACIDEZ CORPORAL:
A causa de todas as doenças

A maior parte das pessoas acometidas de câncer apresenta um pH no tecido de 4,5. Esse ambiente é pobre em oxigênio e muito propício para instalação de câncer. Dr. Otto Warburg da Alemanha duas vezes laureado, ganhou o seu primeiro prêmio Nobel pela descoberta de que o câncer se desenvolve em ambiente de menor quantidade de oxigênio e esse ambiente é criado quando o pH é baixo. Quando o pH do sangue está baixo, as gorduras são aderidas às paredes das artérias causando doenças do coração.


As doenças causadas pela tireoide é resultado da deficiência do mineral iodo e esse elemento só é absorvido pelo organismo quando está com o pH ideal.

Por isso, na sociedade atual é frequente encontrar pessoas com doenças da tireoide, porque atualmente são valorizados os alimentos que proporcionam ao organismo um ambiente de pH baixo. O consumo indiscriminado de açúcar produz pH ácido.

O QUE DIZEM OUTROS ESPECIALISTAS:

O organismo tem que preservar a alcalinidade do sangue para poder manter-se saudável. A hiperacidez precede e provoca a doença. O corpo sucumbe à desordem física quando seus próprios dejetos tóxicos ácidos se acumulam até o ponto onde a resistência orgânica é vencida e o corpo torna-se susceptível às doenças degenerativas.

"Todas as doenças são meramente o ponto-final de uma progressiva saturação ácida”.
 

Sintomas da hiperacidez: fadiga, alterações da concentração, dores musculares, articulares e neurites, cálculos renais e biliares, assim como acidez digestiva. São em geral sinais de desgaste e da descompensação corporal. Muitas vezes as pessoas não entendem por que alguns tratamentos não dão resultados. A causa básica fundamental é porque há excessiva acidez corporal, gerando diminuição na resposta vital orgânica.

O pH 6.5 é levemente ácido e o pH 4,5 é fortemente ácido. Mais da metade dos adultos tem um pH 6,5 ou mais baixo, refletindo o acúmulo de dejetos tóxicos ácidos, excessiva ingestão de água ácida, deficiência de minerais alcalinos (cálcio), decorrentes do envelhecimento e do estilo de vida sem qualidade das pessoas saudáveis, o pH do sangue é 7,4, o pH do fluido espinhal é 7,4 e o pH da saliva é 7,4.

Pacientes com câncer apresentam um pH 4,5, especialmente quando em estado terminal. O câncer não sobrevive em um ambiente alcalino. As células de câncer são ácidas enquanto as células saudáveis são alcalinas.

 


Todas as doenças degenerativas estão associadas com a hiperacidez corporal. Todas as formas de artrite estão associadas com o excesso de acidez. A hiperacidez compromete a calcificação de dentes e ossos.

Segundo os pesquisadores japoneses, dejetos tóxicos ácidos que se compactam, convertem-se em colesterol, ácidos graxos, ácido úrico, pedras nos rins, uratos, fosfatos, sulfatos, produzindo um grande número de enfermidades. Com isso, geram obstrução no sistema circulatório, provocando circulação sanguínea deficiente, incapaz de realizar a suficiente perfusão sanguínea nos diversos órgãos.
 
A água ácida possui um número maior de íons de hidrogênio (H+) que de hidróxido (OH-). Ao contrário, a água alcalina tem mais íons de hidróxido do que de hidrogênio. Portanto, possui mais átomos de oxigênio. A água alcalina é conhecida como a água rica em oxigênio, elemento fundamental para todas as reações celulares. Alimentos naturais integrais possuem um pH balanceado.



Na maioria dos casos as pessoas comem compulsivamente porque têm sede e suas células estão desidratadas, mas por um equívoco, a pessoa interpreta como sendo fome, e fica claro que comer não pode saciar a sede, pelo contrário, gera mais necessidade de água.
 

Os benefícios da água para sua qualidade de vida

 


As pessoas precisam de alimento vivo, integral e alcalino. Precisamos ingerir alimentos vivos e integrais para reverter os efeitos de muitos anos de alimentação inadequada. E infelizmente, a maioria das pessoas não possui a determinação para suplantar seus maus hábitos alimentares. Os profissionais de saúde reconhecem a necessidade de reduzir o acúmulo ácido do corpo. E neste caso a água alcalina funciona melhor que a dieta, porque essa água não adiciona mais resíduos ácidos.

Água alcalina com qualquer dieta e regime de exercícios funciona muito bem. Como é muito difícil mudar hábitos alimentares, beber água alcalina é uma solução fácil para nosso modo de vida moderno. Com a diminuição da hiperacidez, o resultado é uma maior sensação de bem-estar, com mais energia e vitalidade.

Se o pH do seu corpo não estiver alcalino, você não conseguirá assimilar efetivamente as vitaminas, minerais e suplementos alimentares. O pH do seu corpo afeta tudo. O corpo tem que ter um pH equilibrado como a maioria dos seres vivos na terra ou não funcionará corretamente.

A ÁGUA ALCALINA E O CÂNCER:

Inclusive em enfermidades graves como o câncer, existem muitos aspectos favoráveis ao uso da água alcalina para complementar diversos tratamentos. Um sistema alcalino é rico em oxigênio, substância essencial para a vida.

Dr. Otto Warburg, médico ganhador de dois prêmios Nobel, demonstrou que o câncer é anaeróbico, ou seja, que só se desenvolve na ausência de oxigênio. Demonstrou que ele tem dificuldades em se desenvolver em ambiente com pH alcalino, repleto de oxigênio. Warburg explica que a carência de oxigênio impede de completar adequadamente o processo de metabolismo celular, impossibilitando a criação de células saudáveis.


Com essas condições, o sistema imune se desestrutura, comprometendo a capacidade do corpo reagir aos ataques das células anormais. Se a carência de oxigênio permanecer crônica, o sistema imune vai se esgotando mais, favorecendo o surgimento de enfermidades, modificando o pH corporal que se torna mais ácido. A acidez agrava mais ainda a deficiência de oxigênio. Logo, a água alcalina permite manter um nível rico em oxigênio, dificultando o crescimento de células tumorais.

Relação entre alimentos ingeridos, o pH corporal e a oxigenação nas células 


Fonte: Otto Heinrich Warburg e PreventDisease.com, com tradução e imagens por Leonardo Fontes

Vídeos Inspiradores

Mais Vídeos
Watch the video