A dança pode trazer ao ser humano inúmeros benefícios: terapêuticos, culturais, sociais, educacionais a científicos. Como em toda atividade física o cérebro libera serotonina, substância que traz a sensação de alívio, melhorando o humor e o sono.

Ela pode ser praticada como um exercício físico, como uma atividade de integração social ou como uma atividade de lazer.

Dançar é uma atividade comprovadamente terapêutica, faz bem ao corpo, ao coração e à mente e, não demanda nada mais do que tempo e disposição.


Além disso, a dança é uma atividade física para todas as pessoas, sem distinção de sexo, raça e idade. E para a terceira idade, torna-se uma prática fundamental para a saúde.

Confira alguns dos benefícios proporcionados pela dança:

- Queima calorias.

- Aumenta o condicionamento físico.

- Fortalece toda a musculatura corporal.

- Fortalece os ossos evitando a perda óssea (osteoporose).

- Aumenta a frequência cardíaca, ajudando o coração a bombear mais sangue para o corpo e para os músculos.

- Aumenta a frequência respiratória.

- Libera serotonina e endorfina (neurotransmissores que liberam prazer)

- Reduz as dores.

- Proporciona prazer e bom humor.

- Melhora o aprendizado e a disciplina.

- Retarda o envelhecimento.

- Melhora a autoestima.

- Melhora a sensualidade, o ritmo, a flexibilidade, a agilidade e a coordenação motora.

Em pouco tempo, nota-se que os benefícios vão muito além do bem-estar físico.

São muitos os medos, os preconceitos, os tabus. Mas, aos poucos, assim que a pessoa começa a dançar, já sente uma transformação interna, que logo será perceptível externamente. É de dentro para fora que o ser humano se transforma.


Todos os passos de dança podem ser adaptados frente às limitações físicas de cada pessoa, tornando a prática da dança um prazer e uma diversão.

Vídeos Inspiradores

Mais Vídeos
Watch the video