Eu passei boa parte da minha vida buscando ser amado, ansiando aceitação. E realmente acreditava que somente quando isso acontecesse, de fora pra dentro, é que poderia finalmente ser feliz e realizado.

O que consegui com isso foi me moldar ao agrado e dar de cara com a ilusão! Vi o tal do “amor interesseiro” mascarado como admiração. Vi o medo como forma de controle e manipulação:

Tudo parecia ser escasso e hostil… Seja nas notícias patrocinadas do jornal matinal ou na televisão sempre ligada na guerra do bem contra o mal, bem “normal”, trilha sonora das conversas em família desde a tenra infância, em que o X da questão era quase sempre o medo:
 
1. O medo de errar e não satisfazer alguma necessidade e com isso pecar e se culpar;

2. O medo de faltar algo por não ter cumprido alguma condição, dando origem à competição para conseguir conquistar mais e mais posses, prestígio e poder para só então merecer o mínimo de "respeito";
 
3. O medo do julgamento, da opinião dos outros e da punição;
 
4. O medo de ser inferior por não atender alguma condição, fazendo o que é o correto e, assim, não conseguir “vencer na vida” , levando à crítica como forma de defesa, resguardando o "direito" de se sentir pelo menos um pouco superior a alguém;
 
5. O medo de morrer sem saber continuar a passar adiante as tradições, o “como” agradar a Deus e com isso fracassar. “Isso é… uma vergonha!

Com as minhas experiências de vida e interação com outras pessoas e culturas percebi que o medo e a crença de Temer a um Deus que é Amor era bem antiga, contraditória e ainda considerada normal pela maioria.

A música “Miedo”, de Lenine, descreve muito bem todo esse medo com bom humor e criatividade:

“O medo é uma sombra que o temor não desvia
O medo é uma armadilha que pegou o amor
O medo é uma chave que apagou a vida 
O medo é uma brecha que fez crescer a dor…”

 

Com a adolescência veio a ousadia e coragem fundamentais pra ir além da zona de conforto e de tanto medo. Fui fazendo perguntas à Vida, obtendo respostas e, aos poucos, me libertando…

Passei a ficar cada vez mais tempo na natureza observando como ela dá tudo gratuitamente, como ela é abundante e inteligente, amorosa e satisfaz todas as necessidades dos seres vivos. Uma pura expressão do amor manifestado.

Agora tudo se mostrava claramente dinâmico e sem fim, parte de um ciclo, um processo de eterna mudança de formas para revelar o imutável e essencial fluxo da VIDA, Fonte de nosso Ser, quem Realmente sou.


A música “O Rio”, de Nikole Góes, expressa com muita beleza e leveza o amor incondicional perceptível na natureza:

“O rio flui, a Vida devagarzinho volta
Pro seu lugar aonde deve estar.
O riachinho que dá voltas pra chegar
Recebe as bênçãos de seu Pai, o Mar…
A cachoeira que alimenta a Vida e dá valor,
A natureza com o seu amor…”

 

"Ao me sentir uno com a Fonte, eu me percebi uma Ponte, 
Elo entre o Céu e a Terra, Expressão do SERtão à Serra".
~ Leon Fontes

E a cada tentativa e erro fui amadurecendo, principalmente ao ter a ousadia em compartilhar minhas experiências de vida ao ir vencendo o medo.

Assim me veio a intuição para cocriar a Partilhar no ano de 2002, quando eu estava com 21 anos. Esse “estilo de vida” começou na partilha de percepções inspiradas sobre a Natureza de Ser e expressar a Vida mais Abundante. Através de sites, revistas digitais, youtube e páginas em redes sociais, simplesmente estive a serviço de meus dons e talentos. Paralelo a isso, eu passei num concurso público que me ajudou a suprir as condições do sistema econômico e pude relaxar em compartilhar abertamente minhas percepções sem condições.

“Quando alguém chega inesperadamente em sua vida, tente descobrir qual bênção veio receber de você!”
~ Neale Donald Walsch

Dez anos depois da fundação da Partilhar, após ter feito dezenas de cursos de curas energéticas, medicina chinesa e pedagogias criativas Waldorf e Escola da Ponte, é que comecei a oferecer atendimentos terapêuticos e a expressar minhas percepções com criatividade através da Partilhar Sabedoria (2012) e Partilhar Amor (2013).

A partir desse momento foi ficando cada vez mais claro o propósito da Partilhar, que é capacitar o ser humano a crescer, evoluir, criar, ser nutrido e nutrir, ser curado e curar, ser educado e educar, ser protegido e proteger, satisfazer suas necessidades de paz, felicidade, realização e ainda compartilhar com os demais, conduzindo à expressão criativa plena, com integridade, mútuo respeito e responsabilidade. Nosso real objetivo é ser fonte de inspiração para nós mesmos e para quem quiser recebê-la!
 

A arte de compartilhar o céu na terra

O contato com alguns livros, documentários e pessoas inspiradoras me conduziu a viver em meditação, o que expandiu a minha consciência. Com tantos insights recebidos, passei a deixar ser guiado ainda mais pela intuição e tudo isso deu origem à Partilhar: Semeando VIDA (2015) e à Partilhar: A VIDA a Se Expressar (2016).

A partir de 2015 os amigos-anjos Nikole Góes e Ricardo Alexandre uniram forças a esse “estilo de vida” da Partilhar, que se revela através da percepção da abundância, da verdadeira amizade colaborativa, da arte inspiradora e de uma nova consciência de que não há nada a temer, só a experienciar, compreender e expressar com amor.

Em 2016 começamos a colaborar também através da realização de vivências e retiros na natureza, cursos e workshops de Expressão Criativa, Práticas de relaxamento, Purificação da consciência: limpeza energética, mudança de padrões mentais/emocionais e meditação.

No início de 2017 pedi minha exoneração do funcionalismo público e abracei totalmente o meu propósito de estar a serviço da paz, harmonia, criatividade, alegria e plenitude.

Em 2018 mais intuições estão sendo trazidas para a ação, plantando sementes para uma bela colheita de 2019 em diante, recriando o paraíso agora para merecer quem vem depois.

Assim, temos visto cada dia como uma oportunidade em sermos uma expressão da verdadeira amizade, no fluxo da Vida mais abundante de serenidade, felicidade e realizações para todos.

“Seja uma luz para si mesmo
e para quem quiser recebê-la!”
~ A Consciência Crística Manifestada

Há 16 anos estamos nos aprimorando para ser uma inspiradora organização comunitária. Se você sentir de contribuir com o nosso propósito para que ele possa se expandir e beneficiar ainda mais pessoas, invista no autoconhecimento através de nossos produtos, serviços ou simplesmente clique aqui faça uma doação espontânea, transbordante de gratidão. ;-)

Agradecemos antecipadamente! :-)

“Permita experimentar:
A soma de você comigo é mais!”
~ Fernando Anitelli e Daniel Santiago
(O Teatro Mágico)

“Meu amigo, quero partilhar com você esse desnudar...
Preste atenção, não vá se perder:
o coração é quem rege o ser… ”
~ Chandra Lacombe



Leon Fontes
Um ser simples que se expressa com total honestidade.

Vídeos Inspiradores

Mais Vídeos
Watch the video